Você já teve a sensação de assistir a aula de matemática e ter entendido a matéria, mas quando foi fazer o exercício viu que não sabia absolutamente nada?

Por que isso acontece?

Simples, ao assistir uma explicação apenas se entende, não aprende. Mas antes de aprender matemática é necessário entender.

Esse artigo servirá como um guia de 3 simples passos para aprender matemática. Siga os passos e surpreenda-se com o seu desempenho no aprendizado alavancar.

Acreditar em si, ter foco e disciplina são ingredientes importantíssimos. Carregue-os em seus estudos.

Continue lendo para saber mais sobre:

Gostou do assunto? Então compartilhe logo com seu amigo que odeia matemática ou acha que nunca irá aprender.

1. Passo da Organização

aprender matemática

Já se sentiu perdido na matéria? Sem saber por onde começar a estudar? Aonde ir? Como em um labirinto, querendo encontrar logo uma saída?

Isso geralmente ocorre por falta de organização. De nada adianta querer aprender matemática se estiver perdido.

No desespero de realizar tarefas de casa, trabalhos, provas e a vontade de saber tudo de uma vez, algumas pessoas ignoram esse passo tão importante da organização.

“Uma pesquisa feita pela Stop Procrastinating com mais de 3000 estudantes. 73% afirmaram que suas notas ficaram melhores depois que passaram a organizar seus materiais.”

A organização permite aproveitar melhor o tempo, melhora a produtividade de estudo além de evitar prejuízos à saúde. Isso mesmo!

Continue lendo e verá dicas valiosas de organização a fim de aprender matemática da maneira certa, sem perda de tempo e com eficiência:

Organizar o ambiente de estudo

aprender matemática

Conforto, iluminação e sossego são indispensáveis na hora de estudar.

Conforto

Quando se fala em conforto descarte da mente cama ou sofá, esses jamais devem ser os locais de estudo.

Pois, estudar cansa e se estiver em um desses lugares é bem capaz que durma, ou logo perderá o foco, pois o seu corpo terá a sensação que é hora de descansar. O certo é cadeira e mesa.

A cadeira deve ser confortável, os pés devem encostar no chão, não os dedos, mas o pé todo deve ser apoiado.

Caso não consiga colocar os pés no chão, utilize algum apoio a fim que os pés fiquem encostado nele, corrigindo a posição. Os antebraços devem ficar na altura da mesa.

Mantenha postura enquanto estuda, se posicionar de maneira incorreta pode causar sérios danos a coluna e pescoço.

Do que adianta ser um gênio em matemática com problemas sérios no corpo?

Iluminação

A má iluminação no seu ambiente de estudo pode causar dores de cabeça além de dar sono. Se tiver condições coloque sua mesa de estudo abaixo da janela, a fim de aproveitar a luz natural durante o dia.

À noite o ideal é que a iluminação se pareça ao máximo com a luz natural, não muito forte e nem não fraca, saberá o ideal quando não gerar fadiga visual.

Tome cuidado ao seu posicionamento em relação a lâmpada, evite sombras utilize uma luminária.

Sossego

É quase impossível se concentrar em um lugar barulhento. Por que será que as bibliotecas pedem silêncio?

O sossego não é apenas o silêncio. É preciso se livrar de toda distração. Por isso, esqueça as redes sociais nesse momento.

Use sim os aparelhos eletrônicos somente para pesquisas. Repito, apenas pesquisas, nada de dar uma olhadinha naquela mensagem ou uma visualizada rápida.

Organizar a mente

aprender matemática

A matemática exige uma organização mental. Pois é contínua. Como um vídeo game, quem não aprende direito à disciplina no primeiro ano, vai saber menos ainda no segundo, e pior ainda no terceiro.

Em um jogo de vídeo game só conseguimos passar de fase ou mudar de nível quando se alcança os objetivos, na matemática deve ser assim.

Saiba em que nível está no “jogo da matemática”, o nome do conteúdo. Isso facilita e muito ter uma visão  geral dos assuntos (ementa) que terá, possibilita ver os níveis que terá durante o ano letivo. Sua mente agradece.

Fluxograma e mapa mental são meios de auxílio nessa organização.

Um outro fator que demonstra uma desorganização mental é na execução das contas no papel, existem pessoas que erram por falta dessa organização.

Claro, que cada pessoa possui a sua forma de organização. Mas caso esteja perdido, procure  antes de realizar a questão anotar os dados caso tenha no exercício, depois resolva linha após linha.

Para saber se sua organização está boa, faça o exercício depois de um tempo olhe como fez, e vê se entende qual foi o seu raciocínio no momento, caso você fique perdido é melhor rever a sua organização no papel.

Organizar o seu tempo

Esse momento desesperador da imagem costuma acontecer em véspera de prova, que ao invés de ser um momento tranquilo de revisão vira o único dia de estudo, que o aluno acha que vai entender tudo para o dia seguinte.

Imagine se o professor resolver aplicar a mesma prova mas de surpresa no mês seguinte, com as mesmas questões, acha que irá se sair bem?

Como o nosso objetivo aqui é aprender matemática de uma vez por todas e não para daqui a pouco. Saiba que o tempo vira aliado para quem se programa, não inimigo.

Cronograma é uma excelente ferramenta quando se trata de organizar o tempo. Terá tempo de aprender, sem desesperos.

Cada um encontra sua melhor maneira de organizar esse cronograma, mas caso nunca tenha feito um vai aqui uma dica:

No início do ano letivo em uma folha em branco dívida os 7 dias da semana na horizontal e na vertical manhã, tarde e noite. Depois anote os compromissos que você já tem.

Exemplo: curso de inglês sexta de 15h as 17h. Assim verá o tempo livre que tem para estudar.

As disciplinas devem ser separadas de forma racional. Lembre-se todos os dias devem ser preenchidos com o momento de estudo.

  • Matéria dada é matéria estudada. Exemplo: se assiste aula de manhã, seja ela presencial ou vídeo aula, no mesmo dia em casa irá estudar o conteúdo dado.
  • Aquela disciplina (matemática) que tem mais dificuldade dedique mais tempo: coloque mais de uma vez durante a semana.
  • Todas as disciplinas que precisam ser estudadas devem conter no cronograma.
  • Não limite o tempo de estudo, mas estude até achar que conseguiu praticar o conteúdo assistido no dia, insisto, não quer dizer estudar muito, dependerá de você.

Grave, anote, e coloque em todos os cantos da casa “Já estudou matemática hoje?”. Esse é o segredo estudar todos os dias, pouco e todos os dias.

Quanto tempo estudar então?

Agora que você já sabe que precisa estudar todo dia, você irá descobrir quanto tempo precisa dedicar,  verá que tem dias que estudou bastante e outros nem tanto, mas o importante é sempre estudar.

Cada aluno também possui o seu limite, uns conseguem passar 2 horas estudando outros nem 30 minutos.

Porém, ambos precisam ter pausas, “refrescar a mente”. Muitos estudam 2 horas e nada assimilam, outros com apenas 30 minutos conseguem aprender.

Isso mostra que independente do tempo gasto no estudo, ele deve ser aproveitado da melhor forma possível, ou seja, com qualidade.

2. Passo do armazenamento ou entendimento

aprender matemática

Posso dizer que é um dos passos mais valiosos. Requer atenção e esforço.

Pois, é armazenar o máximo de informações que consegue sobre o assunto. É parte do entender que citei na introdução, lembra?

Porém, a organização mental será trabalhada o tempo inteiro nesse passo.

  • Antes: com consciência de qual conteúdo está sendo abordado.
  • Durante: Quando você consegue ligar os conteúdos, pois a matemática é toda interligada.

Veremos dois passos práticos do passo do entendimento:

Atenção nas explicações

  • Concentre-se nas aulas presenciais e vídeo aulas, nas explicações de matemática não adianta apenas ouvir tem que ver como se faz, acesse nosso canal do youtube e veja nossas vídeos aulas;
  • Anote informações que o professor apenas citou durante a aula e que considera ser importante; e
  • Anote as dúvidas, e tire as em aula. Se não consiga tirar em aula sua dúvida, preste atenção, no segundo ponto que irei falar, vai dizer o que deve fazer.Essas anotações facilitam na hora de estudar sozinho em casa.

Nossa mente armazena durante um tempo bem curto o que não consideramos tão interessante ou emocionante.

Ou seja, a aula de matemática considerada nada interessante pela maioria, logo será “jogada no mar do esquecimento”.

Por isso essa etapa a seguir é fundamental já que, será um artifício que terá sempre em mãos caso precise recordar algo que esqueceu. Além de outros diversos benefícios que serão citados.

Estudar sozinho

É reforçar o seu entendimento, é estudar, repito, sozinho.

  • Ler e reler;
  • Pesquisar;
  • Fazer anotações: com as fórmulas importantes, com conclusões encontradas e breve resumos do conteúdo; e
  • Veja exemplos de exercícios, mas de forma alguma faça.

Dica: use e abuse de post it, cartilhas, pastas…

Benefícios:

  • Melhora o seu campo de vocabulário matemático;
  • Descobre caminhos;
  • Permite ver aonde se aplica; e
  • Estimula a curiosidade e vontade de entender. Já que ,certamente, tenha gerado dúvidas.

O desistir de querer aprender matemática é muito comum, sempre escuto aquela frase ‘’Não consigo’’ mesmo sem nem antes ter tentando, apenas por ler a questão, qual será o motivo?

Isso cria uma barreira no aprendizado da matéria. Para aprender matemática o pensamento negativo deve ser abolido. Conheça o que jamais você deve fazer ao estudar matemática no link abaixo.

Saiba o que jamais você deve fazer ao estudar matemática e qualifique seu aprendizado.

3. Passo do aprendizado

Imagine alguém que não leva muito jeito para esportes, tenha decidido aprender a jogar voleibol. Então começa a ouvir falar sobre as regras e assistir muitos jogos.

Vamos associar ao que já lemos nesse artigo. Ouvir falar sobre as regras e assistir muitos jogos foi o passo do entendimento, certo? Sim!

Porém, será que essa pessoa vai aprender jogar somente com esses conhecimentos? Bem provável que não.

É preciso aprender na prática fazer o toque, manchete, saque (fundamentos do voleibol). Nem sempre será com acertos, por isso, treinar é preciso. Aqueles que treinam se tornam cada vez melhores.

E no caso de um estudante querer aprender matemática ele precisa treinar o cérebro.

O passo do aprendizado nada mais é que colocar em prática tudo o que você sabe através do passo do armazenamento.

Pois quando escuta se esquece, quando vê se entende, mas só aprende quando faz.

Agora sim está na hora de fazer os exercícios, faça vários exercícios, faça, faça e faça.

Atenção

  • Os exercícios e questões devem ser selecionados de uma maneira racional. Ou seja, não pegue logo de cara a questão mais difícil de ser feita.
  • Consulte o passo do entendimento quantas vezes precisar, depois de um tempo verá que não irá precisar tanto como antes.
  • Esforce-se ao tentar acertar a questão e confira sua resposta, caso erre, tente mais vezes, se não conseguir chegar no resultado aí sim veja a resolução (caso tenha).

#Dica de ouro

Você que leu esse artigo até o final mostra que realmente deseja aprender matemática. Uma dica muito importante, mas bem simples é escrever.

Pratique o passo do entendimento com esse artigo. Você já leu, agora escreva pontos importantes a fim de guardar e praticar em seu estudo.

Resumo

Aprender matemática é possível. Segue o resumo do que foi falado. Lembre-se que os passos se interligam.

Passo da organização

1 – Organize o espaço:

  • Conforto;
  • Sossego; e
  • Iluminação.

2 – Organize a mente:

  • Visão geral dos conteúdos; e
  • Organização na hora de resolver a questão.

3 – Organize o tempo:

  • Estudar todo dia;
  • Faça um cronograma para ser seu guia; e
  • Gaste mais tempo com a matéria que tem dificuldade.

Passo do entendimento

É hora de armazenar informações assistindo aulas presenciais e vídeo aulas. Mas como esquecemos, é preciso anotar.

Dicas

  • Ler e reler;
  • Pesquisar;
  • Fazer anotações: com as fórmulas importantes, com conclusões encontradas e breve resumos do conteúdo; e
  • Veja exemplos de exercícios, mas de forma alguma faça.

Passo do aprendizado

É hora de aprender! Colocar em prática tudo que entendeu através dos exercícios.

  • Faça de maneira racional;
  • Consulte o passo do entendimento quantas vezes precisar; e
  • Nunca desista, mesmo que erre.

Aprender matemática é bem simples, basta querer entender e você verá o quanto é fascinante esse mundo. Gostou? Compartilhe para mais pessoas saberem como aprender matemática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *